quarta-feira, junho 11, 2008


O amor...

Vale à pena sofrer por amor?
E amar já significou tranquilidade? Amor é um transtorno. Por isso é ruim? Claro que não, talvez esteja aí o mistério que causa interesse a tantas pessoas.

Já diziam que "o amor só é bom se doer". Digo que se não dói, não é amor. Seja aquela dorzinha que se sente no peito ao ver aquele olhar que lhe sorri, ou aquela dor maior de um encontro marcado que acaba na solidão. O inabalável torna-se ruínas diante daquele(a) amado(a).

Como algo tão aniquilador pode ser tão bom? Todos os amantes são masoquistas compulsivos. Descobri-me um deles. Agora não posso mais reprimir os masoquistas sexuais, pois sou um sentimental. Antes não imaginava como alguém sentiria prazer com a dor física. Hoje não sei como passei tanto tempo sem a dor. O alvo é distinto daquele físico, mas acho que o efeito é o mesmo.

Louco? Veementemente: sim! Sou louco de amor, porque quem ama é alienado.
Doente? Talvez, mau corpo encontra-se totalmente debilitado. Não busco cura, quero que esse estado se estenda até que me consoma.

Isso é amor... dor... paixão...

Não devemos analisar que é bom ou ruim. É difícil discernir, afinal lágrimas podem ser de tristeza e de felicidade, e de dor, e de saudades...



O amante é agitado, mas é reprimido. São tantos pensamentos confusos, de repente um vazio...

12 comentários:

Sophie disse...

é... este é um eterno paradoxo. 'todos os amantes são masoquistas compulsivos'. amar é doer.

Anônimo disse...

Nossa tipo, seu texto se encaixou perfeitamente na situação que estou passando agora muito obrigada!

Abysinto disse...

"Não busco cura, quero que esse estado se estenda até que me consoma."

Intenso.

Que bom que voltou,


Abnan.

Caio Alexandre disse...

Olá!

Adorei teu blog, vc escreve muito bem, vc passa muito sentimento. É engraçado como lendo suas palavras, o meu coração sente cada letra, cada palavra, como se vc estivesse escrevendo uma coisa prá eu ler de uma forma especial.
Parabéns! Continue assim que vc vai muito longe. Quem sabe, não publique um livro com suas histórias?
Se quiser um amigo de verdade, euterei o maior prazer em ser seu amigo, até pq não tenho muitos amigos mesmo. Anote:

caioalexandredexango@hotmail.com

meu celular:

9160-1762

Bjus e tudo de bom prá vc, meu anjo

Andréu disse...

olá!, gostaria muito de conversar com vc pelo messenger.., me identifiquei mui com seus relatos e depoimentos!, por favor!.. gostaria de lhe pedir umas dicas!, meu msn é:

dyegopedrosinho@hotmail.com


por favor adc aí!.. ^^, o mais breve possível.. preciso conversar com vc!.

Riichard irrepleceable disse...

adorei

Anônimo disse...

Vazio estou eu. E como não estou muito responsável: parte é sua culpa!
Sobre o post eu não quero falar nada, qualquer coisa seria para me comprometer.

Falar de Amor?! Prefiro engolir.

Adoro aquela ânsia que me impede de pensar. Só não digo que é dor, porque nunca vou aprender a doer.

Sobre mim, não sei o que me deu - alguma coincidência me trouxe a este blog (não foi o Google). Sem dúvida, é muito bom te desconhecer. Acredito ter a mesma liberdade para desabafar. Isto é, se eu estivesse para desabafos...
Você sabe. A ocasião faz o escritor.
No caso, estou sem ocasião - longe de mim escrever... Palavras são difíceis! E se pudesse eu roubaria algumas:
"São tantos pensamentos confusos, de repente".
Roubaria outras:
"Não se preocupe em entender, viver ultrapassa todo entendimento".

Sei lá... uma nostalgia...
d.

Anônimo disse...

Vazio estou eu. E como não estou muito responsável: parte é sua culpa!
Sobre o post eu não quero falar nada, qualquer coisa seria para me comprometer.

Falar de Amor?! Prefiro engolir.

Adoro aquela ânsia que me impede de pensar. Só não digo que é dor, porque nunca vou aprender a doer.

Sobre mim, não sei o que me deu - alguma coincidência me trouxe a este blog (desta vez não foi o Google). Sem dúvida, é muito bom te desconhecer. Acredito ter a mesma liberdade para desabafar. Isto é, se eu estivesse para desabafos...
Você sabe. A ocasião faz o escritor.
No caso, estou sem ocasião - longe de mim escrever... Palavras são difíceis! E se pudesse eu roubaria algumas:
"São tantos pensamentos confusos, de repente".
Roubaria outras:
"Não se preocupe em entender, viver ultrapassa todo entendimento".

Sei lá... uma nostalgia...

Garota de Sorte ;) disse...

Me identifiquei muito com esse post. Lembra o momento que eu estou vivendo...

E parabéns, você escreve muito bem.
Beeeijos

Luh Andrade disse...

acho que tudo q eh mais sofrido tem no fim, uma pitada de alívio, de compensação.
a gnt sempree sofre, só basta escolher por quem valha a pena.

ameii seu blog1

eu disse...

Oi adorei teu blog
Me add no msn
Chele.almeida25@hotmail.com

Anônimo disse...

por favor me ajuda.... eu tenho 16 anos.
eu me apaixonei por um menino... e o legal é que ele tbm se apaixonou por mim... sendo que ele tinha um "melhor amigo" que se metia muito na minha relação com ele e resumindo a historia agente acabou...e tipo, ele me ODEIA agr, mais eu sei que ele ainda me ama... mais eu nem tenho como falar com ele... ele me excluiu de tudo e agente n tem o mesmo ciclo de amizade ta sendo horrivel... eu acordo de madrugada chorando e tal... mais apareçeu um menino ai que tbm ta assim e tipo, eu acho que seria bom ficar com ele pra esqucer o outro sendo que eu não consigo de jeito nenhum me envolver... sabe? me ajuda... to sofrendo muito